top of page
  • Foto do escritorTatiana Esposito

Maquete dos alunos do CAIC tem rio com peixes, ruas mais limpas e trânsito seguro

Atualizado: 9 de nov. de 2022

Os alunos do 2º Ano C, da Escola Municipal Professor Arino Ferreira Pinto (CAIC), já finalizaram a última atividade do projeto “Se esse bairro fosse meu”, com a elaboração da maquete representando os arredores da escola e apontando o que gostariam de ver pelo bairro.


Alunos sugeriram melhorias para a região onde a escola está instalada. (fotos: Selma Brianezi)


De acordo com a professora da turma, Selma Maria Brianezi, primeiro os alunos fizeram um passeio pelo entorno da escola e observaram o rio que fica próximo, a vegetação, o acúmulo de resíduos próximo à ponte que dá acesso à escola, o esgoto e a má conservação do asfalto. Ao retornarem para a sala de aula, a educadora promoveu um debate sobre o passeio e os estudantes puderam colocar em cartazes os pontos negativos e as sugestões de melhorias. “Para registro no caderno dividi com os temas: ‘Como está nosso bairro’ / ‘Como gostaria que fosse’ e os alunos anotaram. Depois dessas etapas, discutimos como poderíamos construir nossa maquete a partir das sugestões dos grupos,” explicou.


Com todos os dados que coletaram durante o trabalho de observação e debate, estava na hora de colocar a mão na massa! Toda a turma trabalhou em equipe para a construção da maquete que tem parquinho, ponte e trânsito seguros, árvores e até rio com peixes! A educadora explicou que utilizou os materiais do kit maquete, cedido pelo Ativamente, mas também acrescentou alguns itens, como massa de modelar e sobras de papel e EVA (Etileno Acetato de Vinila).


“Na maquete foram colocadas as melhorias que eles criaram. Os dois riachos que passam aqui, que estão poluídos, eles colocaram como gostariam que fossem, que tivessem peixes, que fosse um rio limpinho, que a ponte fosse bem conservada. Então, a maioria do que tem no trabalho, eles melhoraram o que já tem na região. Considero um tema muito importante a ser trabalhado com os alunos, porque partimos da realidade onde eles estão inseridos. Os alunos se envolveram muito, desde nosso passeio ao redor da escola, até a confecção da maquete. Eles adoraram debater sobre o bairro e como gostariam que ele fosse,” contou a professora.



Alunos criaram um espaço do jeito que eles gostariam que o bairro fosse.


A professora compartilhou ainda como essa etapa do Ativamente tem permitido trabalhar em conjunto com as outras disciplinas em sala de aula. “O Projeto Ativamente dá uma margem para interdisciplinar todos os conteúdos. Eu utilizo dos temas e faço a interdisciplinaridade. Por exemplo, no caso do tema: ‘Se esse bairro fosse meu’, eu trabalhei em Matemática (movimento e localização), em Geografia (cada aluno elaborou o mapeamento do nosso passeio, criando legendas), em Arte (movimentação na malha quadriculada), em Língua Portuguesa (poema: Se essa rua fosse minha) e ainda em Matemática / Geometria, trabalhamos Padrões (regularidade e sequência),” finalizou.



Acontece no Mundo Ativamente


Esse é o Acontece no Mundo Ativamente. Um diário de bordo do projeto Poços Educação para o Futuro, que leva a Aprendizagem Criativa do método Ativamente para as escolas municipais de Poços de Caldas. Acompanhe nosso blog e participe. :) Sua participação é muito importante para nós e para todos os envolvidos nessa jornada!



Comments


bottom of page