top of page
  • Foto do escritorTatiana Esposito

Quem é o novo Rei da Selva?

Atualizado: 9 de nov. de 2022

Conciliar o conteúdo da sala de aula com o Ativamente é a proposta dessa segunda etapa do método. A professora Márcia Aparecida Silva Moreira, da Escola Municipal José Raphael dos Santos Netto, aproveitou a oportunidade de acesso aos computadores para se aprofundar no tema cadeia alimentar, com os alunos do 4º ano B.


Com o Ativamente, os alunos da professora Márcia desenvolveram três projetos: Minha Fauna Virtual; Os animais do Scratch e Zoo do Scratch. Através de muita pesquisa, troca e interação na ferramenta, os estudantes ficaram animados. Nas aulas de ciências, os estudantes aprendiam sobre como os animais se alimentam e foi aí que a educadora, sabendo que as crianças assimilam bem mais o conteúdo se a aula for mais ‘visual’, teve a ideia.


Alunos assistiram vídeos sobre os animais e aula foi bastante produtiva.


“Eu estava trabalhando com eles sobre cadeia alimentar e um dia falávamos sobre os carnívoros, os herbívoros, os onívoros e os detritívoros e eles acharam essa última palavra muito difícil. Eu já tinha pensado em passar alguns vídeos sobre predadores para eles no auditório, mas quando a monitora deu abertura, como já havia a proposta da interdisciplinaridade e eles estavam vendo fauna e o modo de vida dos animais no Scratch, pedi para assistirmos os vídeos no laboratório do Ativamente, achei que seria muito bacana,” contou.


A turma simplesmente amou! Em vídeos curtos, eles assistiram leão x búfalo, girafa x leão e descobriram até que o pequeno porco-espinho, mete medo em muito grandão por aí. “Foi a coisa mais linda! Nós começamos com os predadores da África, surgiram inúmeras perguntas. Eles viram o búfalo derrotar o leão e ficaram encantados, porque sempre ouviram que o leão é o ‘Rei da selva’. Na semana passada, tínhamos lido o livro Pedro, o porco-espinho e um aluno perguntou: ‘tia, quem consegue consumir o porco-espinho?’ Quando chegou no vídeo do porco-espinho, ele foi o campeão, porque conseguiu se livrar de um cachorro, de um leão, se livrou até de uma anaconda e todos saíram cheios de espinhos. Foi aí que eu fiz a pergunta: ‘então, quem é o Rei da selva? E eles gritaram: ‘o porco-espinho, tia!’ E na lógica deles, tinha sentido. Foi uma aula maravilhosa!”


A turma também aprendeu que o urubu prefere carne deteriorada, uma característica dos animais detritívoros. Eles também assimilaram melhor, com a ajuda dos vídeos, as diferenças entre os tipos de alimentação das espécies. Quando voltaram para sala, a animação continuou.


“Chegamos na sala, fizemos um questionário e eles iam respondendo na hora, ninguém consultou o livro, porque foi uma coisa visual, a criança é muito visual, todos nós somos, né? E foi bom também porque na hora dos vídeos, todos viam a mesma coisa, o vídeo era igual em todos os computadores, então eles conversavam entre eles, comentavam, perguntavam sobre o que estavam vendo, achei isso muito interessante. Foi uma aula interativa, tranquila e com muito resultado, de 100% de aproveitamento,” destacou a professora.


Cadeia alimentar era o tema da aula e vídeos potencializaram o aprendizado.


Márcia ainda compartilhou suas impressões sobre a segunda etapa do Ativamente. “Eu achei essa nova proposta maravilhosa, porque agora os alunos estão vendo mesmo como ferramenta de estudo, eu acho que é uma diferença gigantesca. Mudou completamente a postura, o interesse deles; quando começaram a estudar os animais e eles escreviam o nome, moviam, interagiam mesmo no computador, eles ficaram interessadíssimos na aula, então foi bem mais produtivo,” finalizou.


Acontece no Mundo Ativamente


Esse é o Acontece no Mundo Ativamente. Um diário de bordo do projeto Poços Educação para o Futuro, que leva a Aprendizagem Criativa do método Ativamente para as escolas municipais de Poços de Caldas. Acompanhe nosso blog e participe. :) Sua participação é muito importante para nós e para todos os envolvidos nessa jornada!

bottom of page