top of page
  • Foto do escritorTatiana Esposito

Mais tecnologia, temas diferenciados e materiais avançados: chegou uma nova etapa do Ativamente

A 2ª etapa do Ativamente 2023 já chegou nas escolas municipais e vem cheia de novidades, tecnologias e criatividade!


Para os primeiros e segundos anos, as atividades desta etapa seguem com o objetivo de auxiliar os professores no fomento do pensamento criativo, resolução de problemas, cooperação e autonomia. Atividades lúdicas, trabalho em pares, ampliação do repertório das crianças sobre o pensamento computacional, muitas habilidades potencializadas, diversão e aprendizado estão nesta fase.


A jornada do 3º ano segue na criação de projetos que incentivem o contato dos alunos com a programação em blocos. Para isso, os estudantes irão trabalhar em três projetos: Criando efeitos, Conhecendo a cidade e Criando clones.


Novos materiais e tecnologias estão nesta nova etapa.


Para o 4º ano as atividades contam com o uso do Scratch em atividades interdisciplinares de Ciências, onde os alunos trabalharão em três projetos que envolvem o fundo do mar, os seres marinhos e a poluição marinha.


As propostas para o 5º ano seguem focadas na computação criativa, com atividades utilizando o Scratch e também propondo uma intervenção entre os campos da matemática e da arte. Uma das atividades propostas é a criação de um projeto no Scratch sobre formas geométricas, os polígonos. A partir disso, eles terão a possibilidade de criar suas próprias pinturas, imagens como aqueles artistas explorados no Google Arte e Cultura.


Chegamos no 6º ano e aqui os alunos avançam na construção dos pluviômetros. Nesse sentido, eles serão desafiados a instalar um led e um buzzer no pluviômetro (para que haja inclusão às pessoas com deficiência), para que este possa sinalizar quando a quantidade de chuva alcançar o limite preestabelecido. Também criarão uma maquete que represente a solução para a seguinte situação-problema: “De que forma o pluviômetro, junto aos componentes eletrônicos, poderia auxiliar uma cidade que sofre com enchentes e inundações?”


As novidades tecnológicas avançam nas atividades do 7º ano, onde os alunos irão se aprofundar no universo da eletrônica. As propostas dessa 2ª etapa foram pensadas para que os estudantes criem uma narrativa de teatro, conhecendo e utilizando os componentes LDR, Resistor e Transistor, para automatizar a cortina do teatro. Os alunos aprenderão como ligar e desligar um motor utilizando esses novos componentes.


Mais avanços e tecnologia nas atividades do 8º ano! Nesta etapa, os estudantes compreenderão o que antigamente era só uma ideia de revolução tecnológica residencial e o que temos hoje. Criarão um sistema de automação residencial, compreenderão os conceitos de circuitos em série e paralelo, o uso do sensor de palma, criando um sistema de iluminação, trabalharão com os conceitos de casas inteligentes e (a cereja do bolo!) aprenderão o que é e para que serve o arduíno.


Alunos vão aprender a respeito e manusear o arduíno.


Por fim, o 9º ano tem propostas pensadas para que os alunos reflitam sobre horta comunitária e o quanto isso é importante para o meio ambiente e a sociedade. Entender o conceito de horta comunitária; aprender a cultivar uma planta e criar um composteira para adubá-la; criar a programação do arduíno usando o sensor de umidade e aprender sobre consciência sustentável, estão entre os desafios e objetivos a serem alcançados pelos alunos de 9º ano.


“A segunda etapa vem com muitas novidades, principalmente do 6º ao 9º ano, teremos vários materiais eletrônicos diferentes e os alunos vão aprender e começar a manusear o arduíno. Vamos nos aprofundar no mundo da eletrônica, do kit básico que já usamos na primeira etapa, vamos para os kits mais avançados, até chegar ao arduíno. Também vamos trabalhar com educação ambiental, algo bem mão na massa mesmo. Enfim, serão projetos muito mais interdisciplinares, entrando em matérias diversas como arte, geografia, história, são várias propostas diferentes, que fazem sentido com o que os professores já aplicam em sala de aula”, apontou Laureane Rossi, coordenadora de experiência educacional do Ativamente.


Para essa etapa, muito estudo, troca, pesquisa e capacitação dos monitores. Marjorie Tereziano, responsável pela expansão do Ativamente, destacou a importância do preparo da equipe para essa nova fase.


“O preparo da equipe em relação às novas ferramentas e assuntos abordados nas aulas é crucial para o sucesso educacional. Os encontros semanais com os monitores são momentos de alinhamento e troca de conhecimento. Estamos ansiosos para iniciar essa segunda etapa, cientes da importância de estar preparados. A atualização constante nos permite lidar com os desafios da educação atual, utilizar as novas ferramentas de forma eficiente e transmitir informações precisas aos alunos. O investimento nesse preparo é fundamental para oferecer uma educação de qualidade e preparar os estudantes para o futuro.”



Acontece no Mundo Ativamente


Esse é o Acontece no Mundo Ativamente. Um diário de bordo do projeto que leva a Aprendizagem Criativa do Ativamente para as escolas municipais de Poços de Caldas e agora para Vargem Grande do Sul e Boa Esperança. Acompanhe nosso blog e participe. :) Sua participação é muito importante para nós e para todos os envolvidos nessa jornada!


Comments


bottom of page