top of page
  • Foto do escritorTatiana Esposito

Etapas concluídas, muitos projetos criativos. Vem aí a Robótica

As férias escolares estão chegando e podemos dizer que esse primeiro semestre foi de muito aprendizado e repleto de desafios. Ao longo da 1ª etapa (e de parte da 2ª) do Ativamente, os alunos foram criativos, resolveram problemas, trabalharam em equipe e descobriram um universo de coisas novas, especialmente no que diz respeito à eletrônica (para estudantes do 6º ao 9º ano).


Alunos entregaram projetos cheios de criatividade.


A jornada foi emocionante e foi só o começo para que os estudantes vivenciem mais experiências empolgantes. Com a introdução ao universo da eletrônica, aos componentes e condutores elétricos e com a possibilidade de explorar a prototipação com os kits eletrônicos, todos os envolvidos aprenderam muito e compartilharam experiências, seja aluno, monitor ou educador.


“Uma das principais lições que foram potencializadas durante esse período foi o entendimento dos princípios básicos da eletricidade. Através das aulas do Ativamente, os alunos foram capazes de compreender como a eletricidade funciona, como os circuitos são formados e como os componentes elétricos desempenham um papel fundamental nesse processo. Esses aprendizados promoveram o desenvolvimento das maquetes e dos projetos físicos realizados pelas turmas. Os sextos anos, por exemplo, criaram o pluviômetro, e para isso utilizaram a aprendizagem criativa, a pesquisa e o trabalho em grupo, tudo para pensar diferentes formas para a experimentação do material. Compreenderam o conceito dos equipamentos meteorológicos, suas funcionalidades e utilizaram o medidor de chuva. Sendo assim, eles viram desde a diferença entre condutores, à importância do led e da bateria, explorando de forma prática e teórica e entendendo como a eletricidade é essencial para o funcionamento de diversos dispositivos” explicou Laureane Rossi, coordenadora de experiência educacional do Ativamente.


Os projetos criados pelos alunos das turmas de 7º ao 9º ano utilizaram a plataforma do Tinkercad, que permitiu a exploração entre o virtual e o físico. Além das ferramentas para criação dos circuitos elétricos, os alunos exploraram também o campo da modelagem 3D em seus projetos virtuais, um conceito essencial e que irá garantir um melhor andamento para as próximas atividades.


Diversas habilidades foram potencializadas durante a execução das atividades propostas.


Segundo a coordenadora, a finalização dos projetos desenvolvidos pelos alunos alcançou todos os objetivos propostos e deu autonomia para que os estudantes de 8º e 9º ano criassem seus protótipos de maquetes com temas diversos, indo além do proposto pela apostila. “Eles desenvolveram cidades ecológicas, maquetes eletrônicas com monumentos mundiais, casas e construções focadas na cultura local e regional, entre outros, sempre dando asas à imaginação”, disse.


A habilidade de ler e interpretar esquemas elétricos foi outro aprendizado importante desta etapa. Com estudo e prática, os alunos compreenderam os símbolos e diagramas utilizados na representação dos circuitos. Entender como os componentes se conectam e como as correntes elétricas fluem facilitará a montagem dos projetos das próximas etapas, bem como a resolução de problemas. “Após essa introdução de eletrônica vem o desafio de explora-la pelo viés do Arduino, iniciando a investigação pela Robótica. Eles irão trabalhar os conceitos de isolantes e compreender a importância dos resistores, capacitores e outros elementos, como o potenciômetro e LDR's”, explicou Laureane.


Para o Fundamental 2, os próximos passos serão essenciais para adentrar no mundo da robótica. Os sensores e motores utilizados em nosso cotidiano serão explorados de forma ampla, com a construção de casas inteligentes, através de protótipos com sensores de som, criações com motores e Arduino, sistemas de alarmes e até plantação com irrigação utilizando sensores de umidade do solo. Isso quer dizer que os conteúdos serão ainda mais interdisciplinares, tudo embasado pela BNCC e favorecendo a aprendizagem do aluno para além da sala de aula.


“A exploração no Tinkercad terá uma maior profundidade nessa nova etapa com a Robótica, onde teremos o encaixe entre a programação em blocos, que também é desenvolvida no Ativamente, mas hoje com o foco nas turmas do 3º ao 5º ano. Do sexto ao nono os alunos vão se aprofundar nos conceitos eletrônicos e na programação em blocos, pois é com a união desses recursos que o Arduino surge e é isso que irá proporcionar uma introdução ao universo da Robótica”, finalizou Laureane.




Acontece no Mundo Ativamente


Esse é o Acontece no Mundo Ativamente. Um diário de bordo do projeto que leva a Aprendizagem Criativa do Ativamente para as escolas municipais de Poços de Caldas e agora para Vargem Grande do Sul e Boa Esperança. Acompanhe nosso blog e participe. :) Sua participação é muito importante para nós e para todos os envolvidos nessa jornada!





Comments


bottom of page