top of page
  • Foto do escritorTatiana Esposito

Passeio inspira alunos na criação de jogo sobre os 150 anos de Poços

Atualizado: 9 de nov. de 2022

Os alunos do 4º ano A da Escola Municipal Antônio Sérgio Teixeira tiveram uma terça-feira (11) cheia de descobertas e muito aprendizado. Sob o comando da professora Benita Genifer Pereira Delgado, os estudantes fizeram um passeio pelos arredores do Parque José Affonso Junqueira e passaram por diversos pontos e monumentos que contam um pouco da história da cidade. O passeio servirá como base para um jogo que os alunos irão desenvolver utilizando as ferramentas do Ativamente, com o auxílio da monitoria do nosso projeto.


Alunos passaram por diversos monumentos localizados na área central de Poços.


O percurso foi decidido e apresentado previamente aos alunos, que são os protagonistas da atividade, tendo eles já decidido o nome do jogo – ‘Desvendando os mistérios de 150 anos de Poços de Caldas’ – e também os avatares e as poções de apoio. Os enigmas sobre os locais visitados serão criados de forma conjunta por toda a sala.


“Na escola teremos uma feira cultural falando sobre os 150 anos de Poços, e dentro de uma aula do Ativamente eu vi que as crianças estavam muito interessadas na parte de programação. Por isso, eu quis montar com eles um jogo sobre algum ponto turístico de Poços, mas por fim, eu resolvi adaptar um outro jogo sobre a cidade que já existia, mas aí eles foram pensando em tudo: o nome, decidiram se ia ter avatar, se ia ter algum poder, enfim, eles vão conduzir tudo, eu vou só supervisionar. Com o passeio de hoje vamos organizar, aprimorar e criar os enigmas, sempre colocando as ideias deles,” contou a professora.


Passeio servirá de base para que os alunos criem um jogo sobre a cidade.


O passeio pela área central da cidade teve várias paradas: Monumento Minas ao Brasil; Busto Nelson de Paiva; Praça dos Imigrantes; Fonte do Leãozinho; Parque Infantil Darcy Vargas; Urca; Relógio Floral; Monumento dos Pracinhas e Palace Casino. A cada pausa, uma breve explicação sobre o espaço ou monumento, feita pelo professor de história convidado, Luiz Fabrício de Oliveira Mendes. Em seguida, os alunos recebiam um enigma relacionado ao local visitado e, divididos em grupos, tentavam responder. Segundo a professora Benita, essa dinâmica foi uma espécie de ‘esquenta’ para o jogo que os alunos irão criar.


Nesse projeto que está sendo elaborado pela turma, o Ativamente será o apoio na hora das pesquisas e também no uso das ferramentas disponíveis, já que os alunos poderão utilizar o laboratório de tecnologia para criar o jogo. A ideia, segundo a educadora, é trabalhar com a plataforma Code.Org para a programação em blocos, assim os estudantes poderão colocar em prática o que já aprenderam durante as aulas do Ativamente.


Os alunos Pietro Henrique Moreira Isidório e Lívia Clara Costa Tobias adoraram o passeio e estão super animados com a criação de um jogo sobre a cidade. Olha só o que eles nos disseram:

“Eu gostei bastante do passeio porque a gente descobriu muita coisa que a gente não sabia sobre Poços. Eu gostei de conhecer a história da estátua do soldado e estou muito animado pra criar o jogo. Eu gosto muito das aulas do Ativamente, porque eu gosto de mexer no computador, eu estou aprendendo muita coisa, algumas eu já sabia, outras não, então é legal,” contou Pietro.


“Eu achei muito legal o passeio porque vi muitas coisas emocionantes que eu não sabia, eu passava e brincava muito nesses lugares e não sabia muitas coisas, então eu achei muito fera, eu amei! Lá na parte perto dos trilhos do trem eu nem sabia que tinha mais coisa, eu fiquei chocada porque era pra já ter visto, né? E eu quero muito fazer o nosso jogo, eu gosto das aulas do Ativamente, acho que vai ser legal fazer mais coisas,” disse Lívia.


O jogo

A ideia é que, utilizando alguns pontos turísticos e históricos de Poços, os alunos desvendem alguns mistérios através de pistas enigmáticas, e conheçam, de forma lúdica, um pouco mais sobre a cidade.


Os estudantes criarão dois avatares, já nomeados de Ravi e Zaia. Quem apresentará os enigmas será a capivara Chica, que acompanhará o jogador durante todo o trajeto. A capivara foi escolhida pelos alunos por ser um animal muito encontrado na região. Durante o percurso do jogo haverá o auxílio de algumas poções (água, tempo, metal e força), e cada enigma desvendado valerá pontos. No final, o jogador receberá o certificado de “Explorador que desvendou os mistérios de Poços de Caldas”.


A turma ainda decidirá se o jogo será de tabuleiro, de cartas ou online. O projeto final com o jogo pronto será apresentado durante a feira cultural que acontece na escola, no final do mês de novembro.

“O projeto Ativamente será nosso parceiro, vamos usar as ferramentas e aproveitar o auxílio da monitora. Eles já aprenderam um pouco sobre programação dentro do projeto, agora vamos transferir o aprendizado para o jogo que eles vão criar. Eu particularmente acredito que a tecnologia aliada à educação é uma das melhores ferramentas que temos e o Ativamente tem contribuído muito nesse sentido,” finalizou a professora.


Alunos aprenderam muito durante o passeio.


Fique ligado! A prática da turma será registrada e compartilhada com toda a rede.



Acontece no Mundo Ativamente


Esse é o Acontece no Mundo Ativamente. Um diário de bordo do projeto Poços Educação para o Futuro, que leva a Aprendizagem Criativa do método Ativamente para as escolas municipais de Poços de Caldas. Acompanhe nosso blog e participe. :) Sua participação é muito importante para nós e para todos os envolvidos nessa jornada!

Comments


bottom of page