top of page
  • Foto do escritorTatiana Esposito

#Retrospectiva2023: Parcerias e descobertas com a aprendizagem criativa

Para finalizar a nossa #Retrospectiva2023, vamos relembrar alguns relatos e práticas inspiradoras das turmas dos sextos aos nonos anos.



Tivemos várias experiências interessantes, com atividades que foram ao encontro das vivências dos alunos e das propostas dos educadores. Nas turmas de sextos anos, lá da Escola Municipal Wilson Hedy Molinari, a professora Maria Helena destacou que os projetos despertaram nos alunos o desejo de descobrir, investigar e criar, deixando os estudantes fascinados com as tecnologias e com o mundo da eletrônica. Com o interesse bastante aflorado, habilidades como cooperação, autonomia, pensamento criativo e a resolução de problemas foram potencializadas. Construir pluviômetros e maquetes, instalar os Leds e Buzzers e colocar em prática tudo o que aprenderam na primeira e na segunda etapa do projeto, empolgou os estudantes.



Na Escola Municipal Professora Edir Frayha, alunos do 6º ano gostaram tanto das atividades, que resolveram criar um circuito em casa com a ajuda do avô de um dos estudantes. Na proposta do Ativamente, os alunos aprenderam sobre os instrumentos para a medição meteorológica, componentes eletrônicos, idealizaram e projetaram um pluviômetro e conheceram um pouco mais sobre os registros meteorológicos. Com essa temática, Kurt, Raydan, Samuel e Guilherme ficaram intrigados e curiosos e, por isso, resolveram pesquisar mais sobre os pluviômetros e componentes eletrônicos, para que, juntos, criassem um circuito eletrônico. Foram atrás de outros materiais e contaram com a experiência de um avô eletricista. Depois de muito trabalharem, levaram o projeto pronto até a escola, empolgados para mostrar o resultado para os colegas, professora e monitora. O principal aprendizado com essa experiência? Não desistir, insistir e entender que o erro faz parte do processo da aprendizagem criativa!


Entre as turmas de 7º ano, trabalhar com ferramentas e plataformas como Tinkercad, Arduino, Jumpers, Leds, Baterias e Protoboard, intrigou e chamou a atenção dos alunos da Escola Municipal Professora Nicolina Bernardo. Por lá, entre erros e acertos, os estudantes criaram uma minicidade e construíram um semáforo, propostas que os ajudaram a compreender a codificação e a sequência lógica da programação. Até teve aluno achando um pouco complicado entender o funcionamento do Arduino e a ação de ligar o Led na plataforma, bem como decifrar códigos, mas com estudo, pesquisa e treino, os estudantes superaram as dificuldades e executaram as propostas com sucesso.



E neste ano de 2023 tivemos muitas parcerias e professores engajados. Na Escola Municipal Dona Lúcia Sacomann Junqueira, a professora Sueli, que leciona Ciências e Ensino Religioso, aproveitou muito para enriquecer suas aulas com as propostas, aulas e ferramentas do Ativamente. Sueli participou de um concurso do Programa de Educação Ambiental da CBA, cujo objetivo era fomentar a conscientização para conservação ambiental junto às comunidades. Na apresentação da escola, vários trabalhos relacionados ao meio ambiente estavam descritos, mas a maquete criada pelo 7º ano, com uma casa cheia de dispositivos como Led que acende, motor DC, energia eólica e itens recicláveis e ecológicos, foi o projeto principal que fez parte do concurso, um trabalho feito em parceria com o Ativamente.



Entre os oitavos anos, teve muito aprendizado sobre os conceitos de circuitos em série e paralelo, programação, Arduino, sensor de palma e sistema de iluminação com o sensor. Tudo para que os alunos pudessem construir suas maquetes e inserir os componentes com os quais trabalharam.  Na Escola Municipal Presidente Washington Luiz, a professora Stephanie ressaltou que o projeto chegou como uma novidade que trabalha a criatividade e que é muito importante aproximar os alunos das tecnologias digitais.  Além disso, os estudantes ficaram muito interessados no conceito de casas inteligentes e nas ferramentas para criação dos projetos.

 

Já na Escola Municipal Professor Antônio Sérgio Teixeira, a professora Viviani aproveitou a parceria com o Ativamente para utilizar as ferramentas digitais na criação do Projeto Autobiografia, desenvolvido com os alunos de 8º ano. Os trabalhos foram desenvolvidos durante as aulas de Língua Portuguesa e a entrega foi resultado de meses trabalhando o autoconhecimento, a língua portuguesa com a escrita, pesquisa e análise e também a criatividade os alunos.  Os estudantes tiveram a liberdade de contar suas histórias sob a própria ótica, mas também tiveram a importante participação da família.  O resultado desse trabalho culminou em uma noite de autógrafos de sucesso!

 



No 9º ano, a proposta de produzir um jornal durante a 4ª etapa deixou os alunos empolgados. Na Escola Municipal Professora Edir Frayha, os estudantes produziram um jornal digital, onde tiveram como tema central os “Conflitos Mundiais”, sob instrução da professora de geografia. Para esta atividade, alunos e professores tiveram liberdade de criação, podendo trabalhar temas pertinentes ao universo dos estudantes ou relacionados ao que já trabalham em sala de aula. A experiência de trabalhar na produção de um jornal foi repleta de descobertas, uma oportunidade para os alunos se aprofundarem em diferentes gêneros textuais, utilizando as ferramentas de pesquisa disponíveis.

 



Nossa retrospectiva se encerra aqui, com a certeza de que 2023 foi um ano incrível, cheio de descobertas, parcerias, cooperação, aprendizado, e claro, muita diversão!

 

 Acontece no Mundo Ativamente

Esse é o Acontece no Mundo Ativamente. Um diário de bordo do projeto que leva a Aprendizagem Criativa do Ativamente para as escolas municipais de Poços de Caldas e agora para os laboratórios experimentais em Caldas (MG), Nova Serrana (MG), Botucatu (SP), São João da Boa Vista (SP), Vargem Grande do Sul (SP) e Santa Maria (RS). Acompanhe nosso blog e participe. :) Sua participação é muito importante para nós e para todos os envolvidos nessa jornada!

 

 

Comments


bottom of page