top of page
  • Foto do escritorAriane Teixeira

Inclusão escolar através da tecnologia: Simples adaptações fazem grande diferença

A Recreativa Educação, pelo projeto Sorocaba Conect@, leva aprendizagem criativa por meio de metodologias ativas às escolas do município. A Escola Duljara é um exemplo disso e, seguindo este propósito, busca garantir inclusão escolar através da tecnologia que todos os alunos possam participar plenamente das atividades educacionais. Dentre os quase mil estudantes matriculados, alguns carregam necessidades específicas, demandando a criação de adaptações que tornem o aprendizado mais acessível. Cada aluno é único e, portanto, cada necessidade é avaliada com atenção. Nesse sentido, é importante compreender: nem todas as adaptações envolvem ações complexas. Na observação atenta de profissionais dedicados e na simplicidade de um gesto, moram grande parte das melhores iniciativas. Uma dessas iniciativas partiu do monitor Kaique, que direcionou o uso de notebooks de acordo com as dificuldades identificadas entre alunos com baixa visão e dificuldade motora, proporcionando-lhes acesso a uma ferramenta essencial para o aprendizado.



aluna com baixa visão utilizando um computador adaptado para seu desenvolvimento


Um recurso simples pode ser uma ferramenta valiosa


Alguns notebooks utilizados no projeto eram voltados para uso da equipe de apoio para, por exemplo, apresentações nos telões. No entanto, Kaique identificou que eles também poderiam atender melhor aos alunos com necessidades específicas, por apresentarem tela maior. Percebendo essa oportunidade, ele remanejou o uso desse recurso e o transformou em uma ferramenta adaptada para os alunos que mais precisavam.


Adaptação para alunos com baixa visão


Um caso que ilustra bem os desdobramentos dessa adaptação é o de um aluno com baixa visão, que não conseguia ler as letras pequenas nos Chromebooks disponibilizados. Foi a partir dessa observação, então, que Kaique pensou em disponibilizar o notebook da equipe, que tem uma tela maior para letras ampliadas, rodando um sistema Chrome OS de forma a facilitar a leitura e acompanhamento das aulas. Essa simples mudança permitiu que ele participasse melhor das atividades com seus colegas.


Adaptação para alunos com Deficiência Motora


Outro exemplo significativo é o de uma aluna com paralisia, que enfrenta desafios em relação à coordenação motora, dificultando o uso do teclado dos Chromebooks. A aluna, além de ter ao seu lado o acompanhamento cuidadoso de uma profissional de educação inclusiva disponibilizada pela Secretaria Municipal de Educação, também é incentivada ao máximo de autonomia e participação nas atividades. O uso de um notebook adaptado para seu manuseio possibilitou que ela conseguisse realizar atividades mais simples de forma mais independente.


Potencial para o desenvolvimento dos alunos


Já é sabido que a tecnologia é uma aliada importante na inclusão de pessoas com deficiência e tem contribuído significativamente em diversas esferas da sociedade, inclusive na educação. A introdução de novas ferramentas tecnológicas ajuda no desenvolvimento de alunos com dificuldades físicas e de aprendizagem, permitindo abordagens diversificadas e gerando mais engajamento.


O foco do projeto Sabe Tudo Conect@, parceria entre A Recreativa Educação e Prefeitura de Sorocaba, é o ensino de tecnologia, mas os benefícios se estendem para além da sala de aula. A prática “mão na massa” e o acompanhamento de monitores ajudam alunos a adquirirem habilidades e conhecimentos de tecnologia que não seriam tão facilmente abordados nas aulas regulares; um ganho para o desenvolvimento dos alunos.


Trabalhando juntos pela inclusão


Apesar de serem muitos os avanços, a adaptação para alunos com deficiência ou dificuldade de aprendizagem é um desafio. O foco deve ser, fundamentalmente, na oportunidade de aperfeiçoar e na constante evolução. Sendo assim, somente com o trabalho de uma equipe atenta é possível garantir a inclusão. As particularidades de cada aluno, levando em conta cada habilidade e dificuldade, só são observadas e atendidas quando todos estão motivados a vencer todas as barreiras. Junto aos profissionais de apoio, professores e gestores escolares devem estar, mais do que voltados a buscar problemas, a encontrar soluções.


O Caminho para a Inclusão


A inclusão completa requer esforços contínuos e colaboração entre a escola, as famílias e a prefeitura. Cada pequena adaptação, como a utilização de um notebook maior, representa um passo significativo para proporcionar um ambiente educacional mais justo e acessível. Com o apoio adequado e a implementação de tecnologias inclusivas, podemos oferecer a todos os nossos alunos as oportunidades de aprendizado que merecem.


A adaptação tecnológica na Escola Duljara está transformando a forma como os alunos com deficiências visuais e motoras participam das atividades educacionais, promovendo um ambiente mais inclusivo e propício ao desenvolvimento de todos. Começa assim a busca incessante por soluções inovadoras para garantir que cada aluno tenha as ferramentas necessárias para seu sucesso acadêmico e pessoal.

Comments


bottom of page